Carregando..
Compass Minerals
+55 (11) 3016-9600 / 0800 702 5656   Idioma Português Português  Idioma Inglês English  Idioma Inglês Español

LOGIN     |     CADASTRE-SE


Imprensa
  • Fábrica Produquímica
  • Fábrica Produquímica
  • Fábrica Produquímica

A necessidade do aumento da eficiência na fertilização
para atingir maiores produtividades

18.02.2014

Guilherme Franco
Coordenador de Desenvolvimento Técnico, Produquímica Ind. Com S.A.
guilherme.franco@produquimica.com.br


Um dos desafios da agricultura brasileira consiste na adoção de sistemas de produção sustentáveis que minimizem as perdas, em especial dos fertilizantes, para que a máxima produtividade econômica seja compatível com os investimentos realizados. Neste sentido, a utilização eficiente dos fertilizantes adquire, a cada dia, maior importância na agricultura, em decorrência da elevação dos custos destes insumos, da necessidade de aumento de produtividade e dos riscos de contaminação ambiental em função do seu mau uso. Sendo assim, o aumento da eficiência na fertilização das lavouras, em seus respectivos sistemas produtivos, é fator altamente relevante para tornar o processo produtivo mais rentável, a fim de que os agricultores permaneçam em suas atividades.

Podemos utilizar cultivares que sejam capazes de aumentar a relação entre produto e quantidade de nutriente absorvido, de forma a aumentar a eficiência na fertilização. No entanto, a biotecnologia por si só, não é suficiente, sendo fundamental a adoção de práticas de manejo que aumentem ao longo dos anos a eficiência no uso de fertilizantes; sobretudo seguir as recomendações de boas práticas para uso eficiente de fertilizantes, seja através de novas práticas e/ou novos fertilizantes, bem como o uso do produto correto, na dose correta, na época correta e local correto. Sendo a análise de solo a principal ferramenta para se determinar as doses corretas de fertilizantes e corretivos a serem aplicados no solo.

De maneira geral, a eficiência no uso de fertilizantes no Brasil é baixa. Na maioria dos casos, as quantidades de nutrientes aplicados através dos fertilizantes são maiores do que as quantidades requeridas pelas culturas. Neste contexto, além de técnicas de manejo, diversas alternativas tecnológicas vêm sendo criadas ou aprimoradas de forma a promover uma maior eficiência do uso do fertilizante aplicado. Por exemplo, os fertilizantes recobertos com enxofre e polímeros (PSCU), que apresentam potencial de capacidade para redução de perdas, tais como a volatilização da amônia (N-NH3), que ocorre após a aplicação da ureia em superfície e sobre restos culturais, redução da lixiviação de nitrato (N-NO3) e potássio (K+) para as camadas subsuperficias do solo, principalmente em solos leves e com alta pluviosidade, além de potencial redução na volatilização de óxido nitroso (N2O), gás de efeito estufa na atmosfera com alto potencial de retenção de calor, cerca de 300 vezes superior ao CO2.

Em relação ao fósforo, a tecnologia minimiza a fixação deste elemento em solos típicos do Brasil com alta quantidade de óxidos de ferro e alumínio. Além das possíveis reduções nos processos de perdas de nutrientes, os fertilizantes de liberação controlada apresentam a capacidade de redução do efeito salino, causado às sementes e ao sistema radicular, e vantagens agronômicas em diversos aspectos fisiológicos importantes para as plantas, além de economia de mão de obra, maquinário e combustível fóssil com o uso da tecnologia. Desta forma, a nutrição de alta performance proporcionada por este tipo de fertilizante ajuda a promover uma maior eficiência no uso de nutrientes e por vezes incremento de produtividade e renda para agricultor.

Outro aspecto importante para promover uma maior eficiência no uso de fertilizantes é o correto fornecimento de micronutrientes para as culturas. Sabe-se que a denominação de macro e micronutrientes indica a concentração relativa do nutriente no tecido vegetal e no solo, sem nenhuma relevância biológica, visto que todos são essenciais para a vida dos vegetais.

A disponibilidade dos micronutrientes para as plantas é influenciada por diversas características do solo, como textura e mineralogia, quantidade e qualidade da matéria orgânica, umidade, pH, condições de oxi-redução e interação entre nutrientes. O entendimento da dinâmica dos micronutrientes nos diferentes tipos de solo e do requerimento pelas culturas, definição de doses, fontes e estratégias de fornecimento de micronutrientes, adequadas às condições locais, são passos fundamentais para maior produtividade das lavouras e uso eficiente de insumos.

Em leguminosas, notadamente a soja, a eficiência da nutrição nitrogenada, que é em grande parte via fixação biológica de nitrogênio, pode ter sua eficiência aumentada quando supridas as necessidades de micronutrientes fundamentais para este processo biológico, no qual o cobalto é o responsável pela regulagem de oxigênio dentro do nódulo e o molibdênio, junto com o ferro, participa diretamente na nitrogenase. Já o níquel, tem efeito estimulante na nitrificação e mineralização de compostos contendo N-orgânico e em bactérias do gênero Rhizobium e Bradyrhizobium, que contêm hidrogenases, para as quais é essencial o adequado suprimento de Ni, de tal modo que sua deficiência pode afetar a fixação de N2 atmosférico. Essa enzima é capaz de reprocessar parte do gás de H2 gerado durante o processo de fixação do nitrogênio atmosférico, podendo com isso, recuperar parte da energia gasta para romper as triplas ligações que garantem estabilidade das moléculas de nitrogênio.

Além do fornecimento destes nutrientes via semente ou foliar, a inoculação destas bactérias deve seguir rigorosamente a recomendação técnica, visto que quando não é dada a verdadeira importância a este procedimento, o produtor fica vulnerável a falta de suprimento de N em sua lavoura, impactando diretamente na eficiência do uso de insumos, na produtividade e na rentabilidade do talhão.

O molibdênio também contribui para a melhor utilização do nitrogênio aplicado nas diversas culturas, visto que a baixa disponibilidade deste elemento dentro da planta pode promover o acúmulo de nitrato na folha, evidenciando a baixa eficiência na assimilação de nitrogênio na falta desse micronutriente.

Para uma aplicação eficiente de micronutrientes, devemos observar a fonte com que estamos trabalhando, de forma a termos total segurança na aplicação dos nutrientes, sem riscos de fitoxidez para as plantas e alta eficiência agronômica com facilidade na absorção e translocação dos nutrientes dentro da planta, como o que ocorre com os fertilizantes para nutrição foliar 100% quelatos.

A adoção de um conjunto de práticas de manejo que tendam a aumentar a eficiência na fertilização está diretamente ligada com ganhos produtivos e econômicos. Desta forma, o produtor estará colaborando com uma agricultura cada vez mais sustentável.

« Voltar para Home



MAIS NOTÍCIAS

23.07.2016
A Produquímica na revista Hydro


20.07.2016
Programa Supera é destaque na gazeta MT


05.07.2016
Lançamentos NutriExperts


05.07.2016
Pós-evento NutriExperts


30.06.2016
Programa SUPERA JÁ NASCE CAMPEÃO


16.05.2016
Produquímica no Painel Florestal


13.04.2016
Produquímica e Compass Minerals unem


31.03.2016
A Produquímica aposta na parceria e apresenta


14.03.2016
Produquímica firma parceria com Abiclor


17.12.2015
Produquímica fecha parceria com Compass Minerals


06.03.2015
Produquímica firma parceria com o CESB


26.08.2014
Produquímica inaugura fábricas regionais e se aproxima ainda mais dos pecuaristas


26.08.2014
Produquímica inaugura fábrica em Uberlândia e se aproxima ainda mais dos pecuaristas


26.08.2014
Produquímica inaugura fábrica em Presidente Venceslau e se aproxima ainda mais dos pecuaristas


12.06.2014
Importância da Suplementação Mineral no Mato Grosso do Sul


02.06.2014
“A suplementação deve ser feita sem interrupções”, defende zootecnista


16.04.2014
Relação entre susceptibilidade a pragas e doenças e estado nutricional das plantas


01.04.2014
Com o confinamento em alta, pecuaristas devem se preocupar com desafios sanitários


27.03.2014
Produquímica participa pela primeira vez da GranExpoNorte e Brasil Papaya Fest


27.02.2014
Produquímica participa da Expodireto Cotrijal para ampliar vendas em 30%


18.02.2014
A necessidade do aumento da eficiência na fertilização para atingir maiores produtividades


12.02.2014
Sistema da Produquímica auxilia no tratamento de esgoto e no combate preciso aos odores


11.02.2014
Suplementação Mineral para Bovinos Leiteiros a Pasto


10.02.2014
Parceria entre Produquímica e RR Agroflorestal busca um aumento na lucratividade florestal


04.02.2014
Orquídeas exigem cuidados especiais


28.01.2014
A importância da suplementação mineral


23.01.2014
Produquímica irá oferecer condições especiais para antecipar 70% das vendas durante a BelaSafra 2014


21.01.2014
07 dicas da Dona Flor para você ter um jardim mais bonito



Webmail
Contato:
  • +55 11 3016-9600
  • 0800 702 5656
Copyright © 2013 - Produquímica - Todos os direitos reservados

Politica